Posts filed under ‘Projetos’

Serpro licencia 14 cursos EAD em Creative Commons

O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) anunciou a disponibilização de 14 cursos licenciados em Creative Commons para instalação em ambiente Moodle.

O conteúdo dos cursos foi elaborado pela Universidade Corporativa do Serpro (UniSerpro) e compõem a grade de treinamento dos empregados e clientes, na modalidade Educação a Distância. Uma das vantagens para o Serpro em liberar esse material é aproveitá-lo nos telecentros do Programa Serpro de Inclusão Digital (PSID).

Os temas dos cursos são variados, vão desde sensibilizações até introdução a tecnologias conhecidas. Confira a relação:

  • Administração do Tempo,
  • Água para Todos,
  • Correio Expresso,
  • Desvendando a Informática,
  • Ética na Escola Pública,
  • Fundamentos da Linguagem PHP5,
  • Introdução à Gerência de Projetos,
  • Introdução à Linguagem Java,
  • Introdução à Programação Orientada a Objetos,
  • Primeiro Emprego,
  • Sensibilização para Uso do Software Livre,
  • Ubuntu,
  • UML e
  • Usando o Mozilla Firefox.

Nesse primeiro momento, os conteúdos foram licenciados sob a licença (BY-NC-ND), Creative Commons “Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0”. O objetivo do Serpro é avaliar os conteúdos e adequá-los a uma licença mais permissiva, como a CC-BY-SA ou a CC-BY-SA-NC.

Fonte: Portal SERPRO

Agradecemos ao Paulo Pastore por divulgar na lista da Comunidade REA-Brasil e aguardamos as novidades.

08/11/2011 at 17:55 4 comentários

O sucesso do “Open Access” apresentado em mais de 30 histórias

Open Access – livre, imediato e online!

Mais de 30 histórias foram coletadas pela Europa para mostrar esta transformação em ação. As histórias são de mais de 11 países e todas demonstram os benefícios do acesso aberto. Todo o acervo disponível está aberto para reutilização e licenciado em Creative Commons.

Um exemplo é a Bioline International, uma plataforma para revistas revisadas por pares e publicadas nos países em desenvolvimento. Lançada em 1993, foi um dos projetos pioneiros do acesso aberto e age como um canal para pesquisa “de e para” o mundo em desenvolvimento. Durante o período de um mês, entre julho e agosto de 2011, 1.032.844 visitas foram registradas, vindas de 224 países.

Esta e outras histórias de sucesso do acesso aberto podem ser encontradas em Open Access Stories.

O download pode ser feito no site Knowledge Exchange.

07/11/2011 at 3:17 Deixe um comentário

Projeto de Lei nº 989/2011 – Recursos Educacionais

O Projeto de Lei nº 989/2011, que institui política de disponibilização de Recursos Educacionais comprados ou desenvolvidos por subvenção da administração direta e indireta estadual, foi publicado no Diário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, página 13 em 14/10/2011. O projeto foi apresentado pelo Deputado Simão Pedro e foi desenvolvido em parceria com a equipe REA Brasil.

Este é um passo importante para a otimização de recursos públicos, um dos princípios da Administração Pública e para garantir inclusão social por meio de uma educação aberta e inclusiva.

O projeto incentiva uma forma de disponibilização de Recursos Educacionais, para que os mesmos possam ser adaptados/melhorados à realidade de quem os usa. É uma colaboração coletiva a um material já existente, resultando em outras formas de mídia, adaptações colaborativas do texto, além, de avanços muito mais céleres em pesquisas do interesse de todos.

É a idéia presente no chamado “Creative Commons”, com a ideia raiz que muitas pessoas podem pensar melhor sobre um determinado assunto, agindo colaborativamente em busca de melhoras para todos.

Você pode fazer o download do Projeto de Lei completo aqui.

19/10/2011 at 12:52 Deixe um comentário

REA-OSF é uma das três iniciativas brasileiras no TechCamp Montevideo

A importância de disseminar o conceito de Recursos Educacionais Abertos entre os educadores foi uma das questões-chaves apontadas pelos grupos de discussão organizados no TechCamp Montevideo (Uruguai), uma conferência  em formato interativo que permite o compartilhamento efetivo de ideias entre os participantes.

O projeto REA da Open Society Foundation, a Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo e a Secretaria de Inclusão Digital do Ministério das Comunicações foram os três representantes brasileiros convidados para participar do evento, realizado entre os dias 29 de setembro e 1 de outubro, que reuniu um grupo restrito de 80 pesquisadores, governantes, membros de ONGs e instituições multilaterais dos vários países do continente americano, tais como Costa Rica, El Salvador, Chile, Peru e EUA.

Idealizado pelo Departamento de Estado Norte Americano, o TechCamp visa promover o intercâmbio de experiências e o compartilhamento de desafios trazidos para a educação pelos constantes avanços das TIC. Seus objetivos são: formar redes catalisadoras de novas parcerias entrepaíses e comunidades; criar e organizar um fórum educacional de discussão; apoiar e fortalecer a capacidade digital da sociedade civil.

O primeiro dia de TechCamp trouxe a temática “Oportunidades Digitais: Aproveitando a Tecnologia para Expandir a Educação e a Participação Econômica”, com três paineis distintos (Igualdade, Qualidade e Avaliação de Impacto) formados por experiências concretas de uso das TIC para a educação. O segundo e o terceiro dia enfatizaram a importância da troca e da participação efetiva de todos os presentes por meio de projetos apresentados em  “fast-paced” (apresentações rápidas e sequenciais), além de pequenos grupos de discussão específicos divididos em tópicos temáticos de livre escolha (celulares e videogames na educação, formação continuada de professores, avaliação de projetos em TIC, ensino de idiomas, TIC em áreas rurais, redes interativas de aprendizagem, dentre outros). Cada grupo de discussão preparou duas questões-chaves cuja busca de soluções deveria ser compartilhada entre todos.

Alguns projetos e/ou iniciativas  destacados no evento:

  • Concepção do  Portal do Plan Ceibal, integrante do projeto do governo do Uruguai que entregou laptops para todos os alunos da rede, e que já nasceu com a concepção de disponibilizar conteúdos abertos para as escolas;
  • Recém-criado Portal do Aluno, do Ministério da Educação do Brasil, que pretende oferecer uma oportunidade de prática inovadora com TIC aproveitando o crescente interesse da população, especialmente dos mais jovens pelas redes sociais;
  • Rede social gratuita de educação iEarn, ativa em 130 países, com projetos em mais de 30 idiomas, existente desde 1988, pioneira no engajamento de jovens em desenvolver projetos compartilhados;
  • Rede Interamericana de Educação Docente (Ried), liderada pela Organização dos Estados Iberoamericanos (OEA) , que reúne ferramentas interativas e cursos online gratuitos em língua espanhola e inglesa para docentes;
  • Gestão de mensagens SMS para grupos oferecido pelo software livre Frontline, que requer apenas sinal de celular, sem necessidade de acesso à Internet.

19/10/2011 at 11:15 Deixe um comentário

Livro Didático Aberto

A fundação americana sem fins lucrativos 20 Million Minds (20MM) é uma organização que tem como foco reduzir os preços dos livros didáticos. Presidida pelo ex-senador da Califórnia, Dean Florez, a fundação está alavancando tecnologias de ponta para criar materiais educativos mais acessíveis, atraentes e eficazes para o ensino superior.

Eles lançaram os livros didáticos abertos, chamados de “NextBooks”. Segundo Dean Florez, é possível reduzir os custos com livros didáticos com a adoção de iTextBooks que deveriam custar menos de 30 doláres. O próximo passo da 20MM é capacitar as universidades para receberem a novidade.

Além de oferecer os NextBooks aos professores, o projeto está baseado no reuso, redistribuição, revisão e remix do material ofertado, desta forma, o professor pode criar/recriar materiais personalizados que atendam as demandas de suas aulas.

Saiba mais em College Open Text Books

18/10/2011 at 15:20 Deixe um comentário

Wikipédia em língua portuguesa prepara versão para computadores sem conexão com a internet.

 

A Wikipédia é um dos 20 sites mais acessados no Brasil. Mas ainda há muita gente que não a utiliza, por um motivo ou outro. E muitos têm computadores, com ou sem acesso à internet. É pensando nisso que a comunidade brasileira da Wikipédia está preparando uma versão para ser distribuída em PCs no primeiro semestre de 2012. Esta versão ficará gravada no próprio computador, não necessitando de conexão à internet para ser lida, na íntegra.

Esta versão não trará todos os quase 700 mil artigos já produzidos em língua portuguesa. Será uma pequena amostra, com cerca de 5 mil deles, distribuídos entre os artigos de melhor qualidade, os mais populares, aqueles que não podem faltar em nenhuma enciclopédia e aqueles mais relacionados com o Brasil, além de uma seleção voltada para estudantes do ensino básico.

Para escolher que artigos deverão fazer parte desta seleção escolar, a comunidade da Wikimedia no Brasil gostaria de contar com a ajuda voluntária de professores de qualquer lugar do País, com experiência no ensino básico. O objetivo é garantir que a seleção represente bem as temáticas principais das escolas, incluindo verbetes sobre aqueles tópicos principais das propostas curriculares de cada disciplina, e as biografias sobre os nomes mais importantes. Serão escolhidos cerca de 150 verbetes para cada disciplina do núcleo comum.

Certamente não irá esgotar os assuntos, porque sendo uma enciclopédia, os artigos são formados por um compêndio das informações já publicadas sobre o tema, voltado para o público em geral. A linguagem é introdutória, não há exercícios de fixação ou divisões por faixas etárias. Mas é uma porta de entrada, que busca atiçar a curiosidade e oferecer informações gerais e ligações para livros ou sites da internet onde o visitante pode se aprofundar. Cada artigo, portanto, é uma introdução geral ao tema. Um bom ponto de partida, que visa complementar, mas sem jamais substituir os livros didáticos e a orientação do professor e sem qualquer pretensão de ser a única fonte de aprendizagem de cada tema.

Nas próximas semanas, serão construídas as listas dos artigos. Depois disso, os próprios editores da Wikipédia, que conhecem a formatação e características de um artigo enciclopédico contribuirão com a melhoria dos artigos que forem selecionados nesta etapa. Um convite especial será enviado para estudantes do ensino superior que queiram expandir e revisar os artigos listados.

Os artigos serão editados na própria Wikipédia, favorecendo a colaboração entre editores de todo o País, e o resultado desse esforço conjunto estará publicado pela licença Creative Commons Atribuição-Compartilhamento pela mesma licença (CC-BY-SA 3.0), que permite o seu uso na composição de obras derivadas, como apostilas ou livros didáticos, incluindo aí todas as imagens e gráficos, nos termos da licença, ou seja, desde que atribuída a fonte e mantida a mesma licença.

Caso você tenha experiência de docente do ensino básico e tenha interesse em colaborar voluntariamente na seleção de cerca de 150 artigos de sua disciplina, entre em contato pelo e-mail michelcastelobranco@gmail.com. As listas de cada disciplina ficarão disponíveis no endereço abaixo: http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:Projetos/Wikip%C3%A9dia_Offline/Escolar

 

 

 

 


12/09/2011 at 19:13 Deixe um comentário

Creative Commons e Association of Educational Publishers lançam projeto para organizar REA

Um projeto que beneficia a troca e a busca dos REA foi lançado no primeiro semestre deste ano, em uma parceria entre Creative Commons e Association of Educational Publishers (AEP). O Learning Resource Metadata Initiative (LMRI) pretende, por meio da definição de um vocabulário comum criado para o gerenciamento dos recursos educacionais abertos disponíveis na web, facilitar o acesso, a descoberta e a troca de materiais, tanto para quem produz, quanto para quem utiliza.

A ideia é permitir a identificação desses recursos por meio de tags no schema.org, ferramenta lançada pelo Google, Yahoo e Bing também no primeiro semestre, que organiza conteúdo.

Mais informações aqui.

30/08/2011 at 15:04 Deixe um comentário

Artigos Mais Antigos


Folder

Categorias

Copie, remixe, melhore!

Atualizações do Twitter

Erro: Twitter não está a responder. Por favor espere alguns minutos e recarregue esta página.