Posts filed under ‘Eventos’

Fórum de Cultura Digital de Campinas e Região

A 1ª Semana de Cultura Digital de Campinas e Região colocará em pauta do dia 26 a 29 de março os temas de maior relevância social frente ao novo paradigma digital. O evento contará com debates, oficinas, paineis e atividades descentralizadas.

O objetivo é refletir sobre o acesso às tecnologias digitais, software livre e transparência, Internet e mobilização Social, representatividade de São Paulo e região nos espaços digitais e iniciativas de Campinas no mundo virtual.

Os debates serão sobre: Plano Nacional de Banda Larga, telecentros, ações de cultura digital, transparência pública dos dados, formação dos professores no uso recurso educacionais livres, software livre nas esferas públicas, digitalização dos acervos de museus públicos, disponibilidade em licenças livres, entre outros.

Dia 27/03, das 14h às 16h, no CDI Campinas, terá uma oficina sobre Recursos Educacionais Abertos com o prof. Tel Amiel. A oficina tem 15 vagas e é gratuita, mas é necessário se inscrever. Veja a descrição da oficina:

“Esta oficina tem como objetivo uma introdução ao conceito de “Recursos Educacionais Abertos” (REA). Apresentará de maneira prática como REA podem contribuir para repensar relações entre alunos e professores além das dinâmicas de ensino e aprendizado. Discutiremos novos modelos na produção, disseminação e uso de recursos didáticos digitais e impressos partindo de noções sobre licenças e termos de uso flexíveis além de padrões e protocolos abertos. Conduziremos pequenas atividades relacionadas à REA.

Fonte: Fórum de Cultura Digital de Campinas

Wikipedia: Fonte is a comune (municipality) in the Province of Treviso in the Italian region Veneto, located about 50 km northwest of Venice and about northwest of Treviso.

Anúncios

25/03/2012 at 22:19 Deixe um comentário

Projeto Oportunidad

O Projeto REA Brasil esteve presente em Niterói, dia 20/03/2012, para o lançamento do Projeto Oportunidad que visa disseminar os conceitos de recursos e práticas educacionais abertas na Améria Latina (REA e PEA). O Consórcio Oportunidad inclui 12 universidades, sendo 8 na América Latina e 4 na Europa:

  • Università degli Studi Guglielmo Marconi (USGM, Italy), instituição coordenadora
  • Universitat Oberta de Catalunya (UOC, Espanha)
  • University of Lisbon (UL, Portugal)
  • University of Oxford (UOXF, Reino Unido)
  • Fluminense Federal University (UFF, Brasil)
  • Universidad Estatal a Distancia (UNED, Costa Rica)
  • Universidad Técnica Particular de Loja (UTPL, Equador)
  • Fundacion Uvirtual (Uvirtual, Bolivia)
  • Universidad Virtual del Sistema Tecnológico de Monterrey (UVTM, México)
  • Universidad de La Empresa (UDE, Uruguai)
  • Universidad Inca Garcilaso de la Vega (UIGV, Peru)
  • EAFIT University (EAFIT, Colômbia)

A parte da manhã foi marcada com apresentações de alguns dos membros do Consórcio e convidados. Além de apresentarem casos de sucesso envolvendo Recursos Educacionais Abertos e ressaltarem a importância do uso de licenças abertas, os palestrantes foram unânimes ao ressaltar o problema existente com metadados e standares para que os recursos sejam melhor aproveitados e que os diversos repositórios possam “conversar” entre si. Em breve a íntegra da transmissão online estará disponível ao público no portal de vídeos da Universidade Federal Fluminense.

A parte da tarde foi reservada para realização de três workshops:

  • Pedagogia e Prática: Compartilhamento de Abordagens Pedagógicas para REA,
  • Modelos de Negócio e Práticas Educacionais Abertas: REA e modelos institucionais,
  • Soluções Tecnológicas para REA: principais tecnologias, padrões, standards, especificações e infraestrutura

A convite de Andreia Inamorato, o projeto REA contribuiu na mediação do Workshop Modelos de Negócio em REA. Veja abaixo o arquivo de introdução da intervenção.

25/03/2012 at 21:26 Deixe um comentário

Oficina REA no Educaparty

Vídeos com a íntegra da oficina promovida pelo Instituto Educadigital (IED) no Educaparty 2012, com facilitação de Bianca Santana, Diretora de Educação do IED e Débora Sebriam, gestora de comunicação do Projeto REA-Brasil e também integrante da equipe do IED.

 

 

12/03/2012 at 20:06 1 comentário

UnisulVirtual participa da Semana Mundial da Educação Aberta

A Open Education Week é uma iniciativa do OpenCourseWare Consortium, do qual a UnisulVirtual faz parte como consorciada e também com representação na Diretoria do OCWC, através do professor Murilo Matos Mendonça.

Este vídeo é a contribuição da instituição ao evento, que possui o objetivo de conscientizar sobre os REA – Recursos Educacionais Abertos ou OER – Open Educational Resources.

 

08/03/2012 at 10:16 Deixe um comentário

Lançamento do Projeto OportUnidad

O Projeto OportUnidad, que visa a disseminar os conceitos de recursos e práticas educacionais abertas na Améria Latina (REA e PEA), terá seu lançamento internacional no dia 20 de março de 2012, na Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, Brasil.

O evento é  gratuito, todos estão convidados. Confira a programação completa abaixo. A inscrição é necessária e as vagas são limitadas!

Acesse a programação geral aqui.

Inscrição gratuita – preencha o formulário aqui.

Visite a página do projeto: http://oportunidadproject.eu

Transmissão ao vivo da sessão da manhã (das 9 às 13h): www.uff.br/webtv

Fonte: Open Content Online

07/03/2012 at 15:47 Deixe um comentário

Open Education Week 2012

Esforços para expandir o acesso à educação e ao conhecimento reunidos num evento global.

O OpenCourseWare Consortium anuncia a Primeira Semana Mundial da Educação Aberta, de 5 a 10 de março de 2012. A Semana Mundial da Educação Aberta (Open Education Week) é um evento anual e global que objetiva à conscientização no que diz respeito aos benefícios do compartilhamento livre e aberto na educação e, em particular, em relação aos Recursos Educacionais Abertos (REA). Recursos Educacionais Abertos são materiais educacionais de alta qualidade, distribuídos de forma aberta e livre de custos e que oferecem a pessoas de qualquer parte do mundo a oportunidade de compartilhá-los, utilizá-los, adaptá-los, traduzi-los e reutilizá-los.

“A visão do movimento da educação aberta é a de criar um mundo em que o desejo de aprender seja plenamente realizável através da oportunidade de assim o fazer, de modo que qualquer pessoa em qualquer lugar possa ter acesso a oportunidades adequadas sob o ponto de vista educacional, cultural e financeiro que lhes proporcionem obter os conhecimentos que desejem. O movimento engloba a produção, compartilhamento, utilização e modificação de conteúdos, bem como modelos educacionais inovadores”, disse Mary Lou Forward, Diretora Executiva do OpenCourseWare Consortium. “A Semana Mundial da Educação Aberta exibirá projetos, recursos, pessoas e ideias para que pessoas de todo o mundo possam ver a extensão de tudo o que já foi realizado até agora e participar das discussões acerca do futuro do movimento”.

A Semana Mundial da Educação Aberta está sendo coordenada pelo OpenCourseWare Consortium. O evento acontecerá online e em diferentes lugares do mundo, com oportunidades de participação em webinars, discussões e eventos ao vivo. Os projetos e eventos serão apresentados por instituições e organizações do mundo todo, tais como: University of Cape Town, University of Michigan, Universidad Politécnica de Madrid, University of Califórnia, Irvine, Delft University of Technology, Unisul, and Creative Commons.

O Projeto REA Brasil participará em dose dupla, com intervenções de Carolina Rossini e Débora Sebriam, nos dias 07 e 08/03.

(Clique para ampliar)

(Clique para ampliar)

Veja a programação completa aqui.

Fonte: OCW Consortium e tradução de Murilo Matos Mendonça que gentilmente traduziu o release e publicou na comunidade REA.

25/02/2012 at 14:36 4 comentários

Oficina REA no Educaparty

Por Carolina Rossini

Aconteceu no Educaparty, dia 09/02, a Oficina Recursos Educacionais Abertos: como usar, criar e compartilhar, promovida pelo Instituto Educadigital (IED), liderada por Bianca Santana – Diretora de Educação do IED e da Casa de Cultura Digital e por Débora Sebriam do IED e do Projeto REA-Brasil. A oficina começou com uma dinâmica e com uma rodada de apresentações dos participantes e constatou-se que a maioria dos estados brasileiros estavam ali representados. A oficina também contou com a presença de integrantes da comunidade REA-Brasil, como Carolina Rossini, Tel Amiel e Andreia Inamorato.

Na dinâmica inicial, Bianca Santana provocou os participantes a se posicionarem em uma linha de concordância ou discordância sobre a afirmativa: “autoria é sinônimo de propriedade”. A grande maioria dos presentes se posicionou contrário a afirmativa. Alguns se pronunciaram explicando que a Internet promove colaboração e que tais palavras não deveriam ser vistas como sinônimos. Já outros, afirmaram que o direito do autor deve ser reconhecido – com o que a todos concordaram. Um último participante trouxe conceitos, diferenciando propriedade de direito de autor, para este a propriedade vincula-se a bens materiais e não para bens imateriais.

Após a dinâmica inicial, o conceito REA da Unesco foi apresentado por Débora Sebriam e alguns dos presentes tomaram a palavra para ressaltar a necessidade de formatos abertos para a elaboração e compartilhamento de Recursos Educacionais Abertos.

As 6 licenças Creative Commons disponíveis e validadas juridicamente no Brasil foram apresentadas explicando-se o funcionamento de cada uma delas. Essa apresentação foi seguida pela discussão dos impactos de escolha de cada licença. No Commons do conhecimento o autor sempre existe, mas também se reconhece que muito do conhecimento produzido por aquele autor vem de uma construção sobre o conhecimento social.

Duas questões práticas foram colocadas ao grupo:

  • como escolher uma licença do Creative Commons
  • como utilizar ferramentas de busca avançadas, como a do Google, para encontrar materiais licenciados abertamente

Após a discussão inicial sobre o conceito e licenciamento aberto de materiais educativos, o grupo realizou um exercício prático no site do Creative Commons e decidiu-se licenciar um plano de aula hipotético. Após responder às duas perguntas básicas, a licença escolhida pelo grupo no exercício foi a CC-BY-NC-SA ( Atribuição – Uso não comercial – Compartilhamento pela mesma Licença) uma das licenças mais restritivas. Uma discussão foi iniciada sobre os impactos da licença, as dificuldades de interoperabilidade legal com outros projetos REA e a perda de oportunidade de ganhos indiretos com licencas como a CC-BY advindas do ganho de notoriedade, fato que resultou um repensar a licença, motivando as pessoas a escolherem licenças mais abertas.

O trabalho de Raffaela Traniello é um exemplo de criação REA. Rafaella é uma professora de ensino fundamental na Itália, que é um exemplo de professor autor. Ela estimula a criatividade, colaboração e o compartilhamento criando séries de animação com seus alunos sempre promovendo e fazendo uso de software livre e licenças Creative Commons.

Licenças e compartilhamento continuaram em pauta com uma reflexão sobre o conteúdo do Portal do Professor, Banco Internacional de Objetos Educacionais, Portal Domínio Público e Connexions.

Ao final, os participantes tiveram oportunidade de dar seu depoimento respondendo a pergunta: o que eu faço na minha prática cotidiano tem a ver com REA? Muitos educadores já compartilhavam suas obras criativas na web, entretanto muitos deles, não conheciam REA e as possibilidades de licenciamento abertos e saíram da oficina empolgados com a possibilidade de colher os frutos de publicar REA.

A oficina foi marcada pela participação constante dos presentes num debate aberto extremamente rico e foram presenteados com exemplares impressos do Caderno REA para professores e do folder REA.

A apresentação pode ser vista aqui.

15/02/2012 at 11:45 1 comentário

Artigos Mais Antigos


Folder

Categorias

Copie, remixe, melhore!

Atualizações do Twitter

Erro: Twitter não está a responder. Por favor espere alguns minutos e recarregue esta página.